sábado, 26 de julho de 2008

Mythos

Ainda me lembro quando um amigo de velha data me apresentou ao Mythos: - Maluco, sente só esse som! Pegou o LP, botou na vitrola e mandou a música ‘Aeronaut’, primeira faixa do disco ‘Strange Guys’, de 1977. “Muito som!”, eu disse ainda no meio da faixa, ao que ele replicou: - É, mas ainda tem muito mais... E ele tinha toda razão. O disco era recheado com um prog bem eclético, com músicas tendendo ora para o space ora para o folk e ainda outras em variados estilos, do mais puro sinfônico ao krautrock. No dia seguinte fomos à nossa ‘Catedral’ em Copacabana, mais conhecida como Modern Sound e adquiri esse e mais dois discos deles, o primeirão, de 1972, e ‘Dreamlab’, de 1975. Uns dois ou três anos depois ainda cheguei a comprar o ‘Concrete City’, e esses foram os discos do Mythos que me acompanharam por muito tempo, até virarem pó por causa de uma praga de cupins... Mas essa é uma outra história.
Mais uma vez graças à internet e aos blogs musicais como esse, consegui ‘reaver’ esses discos; se não me engano o primeiro foi, novamente, o ‘Strange Guys’, que pedi ao Hebag, no extinto Dead End; o último foi o ‘Grand Prix’, que baixei do Museo Rosenbach e a eles, e a todos os outros blogs de onde venho baixando muitos sons, só tenho agradecimentos.Mythos é uma banda alemã, de Berlim, que, na verdade, é o veículo do multi-instrumentista Stephan Kaske para trazer suas músicas ao mundo, já que a única vez que a banda repetiu a mesma formação foi nos álbuns ‘Strange Guys’ e ‘Concrete City’; nos dois últimos, então, a coisa toda ficou mesmo ao cargo de Kaske, já que ele tocou tudo, com exceção da bateria em algumas faixas do disco ‘Quasar’.
Apesar de tantas mudanças, os discos mostram uma unidade incrível, comprovando que personalidade de Kaske é realmente a mola mestre que os une. É claro que, com o tempo, a receita foi desandando e os últimos discos ficam aquém dos primeiros, mas mesmo assim ainda valem a pena.
Depois de ‘Grand Prix’, Kaske abandonou de vez a idéia da banda e se dedicou ao seu estúdio, onde gravou e produziu várias bandas e artistas desde então.
Para aqueles que gostam de rock progressivo bem trabalhado, os quatro primeiros discos são altamente recomendados, ainda mais para aqueles que não se importarem com o forte sotaque germânico do inglês cantado por Kaske.

Links (3,45kb) – Sharebee

20 comentários:

Roderick Verden disse...

É o primeiro blog que vejo fazer uma homenagem, mais que justa, a essa banda, que na realidade é um projeto do Stephan Kaske. Maddy Lee, praticamente, já disse tudo a respeito. Conheci o Mythos no ano de 2000, e é uma das coisas musicais que mais gosto. Nos primeiros discos há uma dosagem equilibrada de guitarra, flauta, sintetizador, mellotron, um pouco de violão, som do baixo em destaque e uma eficiente bateria-usando muito o som do prato. É impressionante como, com o tempo, a criatividade de Kaske foi indo ladeira abaixo: o homem se aposentou como guitarrista; dispensou baixista e baterista... Nos anos 90, ainda usando o nome "Mythos", Kaske gravou muitos discos eletrônicos, que não se acham em blogs pra download.
Parabéns pelo post, Maddy lee.
Ah, quem não conhece o Mythos, a principio se assustará com o vocal de Kaske, mas com o tempo a gente se acostuma. E ele é um ótimo letrista também.
Abraço

Roderick Verden disse...

Pô, é segunda pessoa que me fala que perdeu os discos por causa de cupins! Espero que isso nunca aconteça comigo!

Anônimo disse...

Hola saludo desde buenos aires, agradecido por la muy buenam usica que suben, mas cuando son discografias completa o casi, pero en este caso el archivo de word no refiere a Mithos sino a riverside banda subida hace unos dias por el moderador, se podria solucionar??, desde ya muchas gracias y los felicito y agradesco
Fernando

Anônimo disse...

Link go to Riverside Discography

Rochacrimson disse...

Postagem 5estrelas!!!!!!!!

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

. Fernando,
antes de tudo, seja bem-vindo. Agradeço pelo aviso, já coloquei o link certo; pronto pra baixar.
. Link is already fixed, thank you.
. Grande Roderick!
Andou bem sumido sumido da área, meu camarada! Agradeço pelos últimos comentários; eu também tinha vários vinís da Windham Hill, todos já se foram. Tive 3 grandes acidentes que acabaram com minha coleção: cupins, incêndio e a separação do meu irmão - minha cunhada jogou fora os discos da coleção que eu compartilhava com ele. Depois disso até tentei recomeçar a coleção, só que com CDs, mas desencanei geral; até começar a baixar tudo... hehehe Eu tenho um disco bem eletrônico com o nome Mythos, mas é o mesmo? Será?... Que m...
Abração, meu camarada.
Valeu!
ML

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Rocha!
Acho os 4 primeiros discos daquele tipo 'essenciais em qualquer discografia'. Qualquer dia desses vou arrumar os CDs originais só pra ter o som com qualidade superior.
Valeu, meu camarada.
Um abraço.
ML

Roderick Verden disse...

Caro Maddy Lee, muito azar o seu: incêndio, cupins e uma desumana cunhada! Tenho um cd do Mythos, duo canadense. No disco há muito vocal feminino, tipo Claire Torry. Já escutei trechos, pela internet, de disco do Mythos(stephan Kaske), da década de 90. Se não me falha a memória, foi num site, pela "Cade", não pelo "google". Na época do "delirium dust" lhe deixei uma dica sobre um disco ao vivo, anos 70, do Mythos, que baixei num blog especialista em kraut, mas o blog se foi...Tenho o disco em mp3, porém, não sei como upar.
Abraço

Franck disse...

Grande Marcello, conocía un disco de esta banda, no recuerdo si lo bajé en Delirium Dust, es que fue hace mucho tiempo...
El caso es que se trata de una gran banda, asi que te agradzco mucho este gran post...
te mando saludos afectuosos

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

. Grande Roderick!
Pois é, meu camarada, nem vou falar mais nada sobre isso porque ainda tenho seqüelas rsrsrsrs Me lembro de ter visto esse ao vivo do Mythos naquela blog de krautrock, mas não baixei. Se você puder upar pra mim, ficarei agradecido. Como você disse que não sabe como, manda um e-mail pra maddylee@globo.com que te passo o caminho das pedras.
. Franck,
meu camarada, nem precisa agradecer. Eu ainda não tinha postado nada do Mythos, nem no Delirium Dust.
Grande abraço.
Valeu!
ML

Franck disse...

Yo de nuevo :)
Ahora recordé, el disco lo había bajado de Museo Rosenbach, , se llama Grand Prix, que también está posteado acá...
Ahora estoy escuchando el Strange Guys del año 77, y estoy encantado con la música, es una gran banda. Te recomiendo también la banda Saga de Canada, hacen muy buena música
Gracias Marcello y te mando saludos afectuosos

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Franck, meu camarada!
Já que você começou com o pior disco do Mythos (Grand Prix) então todos os outros te surpreenderão.
O Saga canadense é muito bom, infelizmente só tenho uns 2 ou 3 discos deles e é bem difícil de conseguir outros, se você souber onde encotrar mais me diga, OK?
Grande abraço.
ML

Anônimo disse...

LOBO:

Grande Marcello, é o lobo, é o lobo....... Meu camarada, grande post, tu é dos meus "veio" (com todo o respeito e admiração). Eu tenho um disco desta banda, gosto pra carvalho...., valeu meu irmão.

Com saudações frias e ventos do Nordeste (PE/PB). PARABENS.

Abraços
Lobo

PS: Aceitas algum pedido de postagem?????

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

É o Lobo, é o Lobo!! rsrsrs
Véi, maaaasssssa, valeu pelo respeito e admiração, estamos todos no mesmo barco e o Mythos é du carái de verdade.
Aceito pedidos, sim, com toda certeza, mas só cumpro se eu já tiver a parada (e se eu não esquecer... rsrsrs); diga aí, qual é o pedido?
Valeu, meu camarada, saudações modorrentas e calorentas da selva selvagem rsrsrs
Até.
ML

Franck disse...

Grande Marcello!!
Tienes razón, conseguir discos de Saga es dificil, yo estoy peor que tú, porque tengo solo uno que lo baje del blog: http://sakalli.blog.hr/
El link y password son estos, el disco es el Worlds Apart de 1981

http://tinyurl.com/6msdtu
Password -> sakalli
Saludos
Visita ese blog, tiene una cantidad de discos impresionante

Franck disse...

Marcello, hace días que estaba pensando darte este link y se me olvidaba, es de un disco de folk italiano (del blog de folk italiano que te hablé hace unos días)...el disco es Tanit-Tanit; en el blog encontre este disco en el apartado dedicado a Jazz, y por lo que vi el disco mezcla folk, con jazz y progresivo, el caso es que como dicen ustedes, vale la pena dar una conferida, no te lo pierdas

http://sharebee.com/73f2a440

Anônimo disse...

LOBO:

Grande Marcello, saudações ensolaradas do NE, meu caro o meu pedido é o FLASH (banda o Peter Banks - primeiro guitarrista do Yes), um vez que que só tenho o último trabalho deles (out of hands), se vc. tiver os outros te agradeço.
Mais um, se for possivel poste pelo SHAREONALL, pois estou tendo dificuldades com SHAREBEE, muito das vezes não consigo abrir.

Valeu pela oportunidade de desfrutramos de boa musica.
Saudações Ensolaradas de PE/PB.

Abraços
Lobo

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

. Franck,
conheço o Sakalli; esse do Saga eu tenho, vou procurar os outros que eu tenho aqui e uparei pra você, OK? Vou conferir esse Tanit-Tanit; te agradeço pela dica e pelo link!
. Fala, Lobo!
Esses do Flash são relativamente fáceis de encontrar, numa pesquisa rápida consegui esses links:

Flash 1972
http://www.badongo.com/file/9809827 (24mb)
http://www.zshare.net/download/781651015f349d/ (56,48mb)
http://sharebee.com/1106b77f (57,32mb)
http://lix.in/c498485c (80,1mb) senha: najpogodnijemesto

In The Can
http://rapidshare.com/files/37221972/Flash_-_In_The_Can.rar.html (46,19mb)
http://www.megaupload.com/?d=OYB63GO1 (55,48mb)

Faça a festa, meu camarada!

Abraços pra todos.
Valeu!
ML

Anônimo disse...

LOBO:

Falaê Marcello, valeu pelos links do Flash, pois faz tempo que ando procurando tais discs, VALEU "VEIO".

Abraços

Lobo

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

El Lobo,
não tem de quê, qualquer dia desses você pode retribuir também rsrsrsrs
Abração, véi!
ML