sexta-feira, 14 de março de 2008

A Queda da Casa de Usher


Coleção Classics Illustrated Vol. 7
A Queda da Casa de Usher
Edgar Allan Poe (autor)
P. Craig Russell (adaptação, roteiro e layouts)
Jay Geldhof (adaptação, ilustrações)
1991
Editora Abril Jovem




“Obra-prima do horror, ‘A Queda da Casa de Usher’, de Edgar Allan Poe, investiga as profundezas escuras do subconsciente e rastreia os terrores ocultos da alma humana. Nunca antes (e poucas vezes depois) um escritor capturou tão completamente a melancolia, o tormento e a paixão corporificada num decadente estado mental.”

Muitas vezes execrado em sua época, apesar da popularidade de seus contos e poemas, Edgar Allan Poe é hoje considerado o fundador, junto com Nathaniel Hawthorne, do movimento literário gótico americano, um renovador do estilo e mestre da narrativa; influenciou inúmeras gerações posteriores, de Baudelaire a Marilyn Manson, da literatura ao cinema, entre muitas outras formas da Arte.

Esta ‘graphic novel’, adaptada por P. Craig Russell e com arte de Jay Geldhof, faz jus ao autor, sintetizando, admiravelmente, palavras em imagens fiéis à natureza gótica do conto. A adaptação corta alguns detalhes da história, mas, em sua essência, a melancolia, o horror e a decadência estão lá, tanto em texto quanto nas maravilhosas e expressivas ilustrações.

As personagens centrais desta trama são: Montresor, o narrador, que vai ao encontro de seu amigo Roderick Usher, vítima de peculiares males físicos e mentais, que vive com sua irmã Madeline, que sofre de um tipo raro de doença com efeitos catalépticos; além deles, a própria casa é também uma personagem, funcionando como uma ‘entidade’ intimamente ligada ao destino da família Usher.

A Queda da Casa de Usher (100,66mb)
ShareOnAll ou Megaupload ou FileSend

9 comentários:

Esquadrão SS disse...

Marcello, se der pra postar Windham Hill, ficaria muito feliz. Gostei do som deles! E esse do Peter nunca ouvi. Mas o download já to comendo frouxo aqui. hehehe Abraço!

Noslen ed azuos disse...

Bem a calhar, até parece q estar a adivinhar, sexta-feira chuvosa, bem a calhar

/abração/
NS

Anônimo disse...

Amigo Maddy Lee,
Muito obrigado por mais um grande clássico da literatura mundial (e em Banda Desenhada!). Também vou descarregar o Peter Hammill, pois curto-o muito deste o tempo dos grandes VDGG.

Abraços

José Miranda

Roderick Verden disse...

Gosto muito de Edgar Allan Poe. Embora não tenha lido todas as suas obras, "A queda da casa de usher" e "Ligeia" são, empatados, meus contos prediletos do escritor. E penso que as duas adaptações pro cinema, com produção e direção de Roger Corman, estreladas por Vincent Price, na década de 60, são melhores ainda que os contos. Pode parecer estranho, mas me identifico muito com os personagens desses contos, Roderick(Casa de Usher) e Verden(Ligeia). É um terror psicológico. Pareço um pouco, mas não chego a ser igual a eles, afinal nem irmãos gêmeos têm personalidade idênticas. E eu nunca enterraria minha irmã viva; até mesmo porque não tenho irmã. Rá rá.
Grande post, Maddy Lee!
Uma sugestão: Morella, também de Poe.
Abraços

ForSons disse...

Grande Marcelo;

E ai blz , como estão as coisas , to dando uma passadinha por aqui e aproveitei para pegar o Peter Hammill , putz morro de inveja do seu blog , principalmente o conteúdo escrito , queria ter 10% da manha que vc tem para escrever , parabéns !!!! Vc viu , parece que agora resolveram parar de pegar no meu pé , até agora tudo calmo , vamos ver até quando.
Abraço !!!!

Danilo
http://goforgotten.blogspot.com/

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Vamos lá, um de cada vez...
. Rodolfo, esse outro Windham Hill eu já havia postado no Delirium Dust, se eu achar o link (e se ainda etiver ativo) posto logo. Se eu não achar vai demorar um pouco mais, OK?
. Noslen, dias chuvosos têm sido uma constante aonde moro; já viu, então, onde vou buscar ins-piração... rsrsrs
. Grande Miranda, depois me diga de qual você mais gostou, se do disco ou da revista.
. Grande Roddy! Se identificar com uma personagem não nos faz igual a eles, graças aos deuses! rsrs Eu também gosto bastante do filme do Croman, mas tem um mais antigo, de 1928, preto e branco, mudo, dirigido por Jean Epstein, que é sensacional; vale à pena conferir, talvez você ache em uma boa locadora, porque já foi lançado em DVD no Brasil. Sou fã confesso do Poe, espero conseguir estimular quem gostou da revista a procurar e ler a obra do autor que, como você sabe, é garantia de ótimos momentos.
. Danilão, meu camarada! Volta e meia eu passo lá pelo Forgotten Sons pra conferir as artes e os discos. Gostei muito de você ter postado o Renaissance BBC Sessions, porque o que peguei em outro blog, há bastante tempo, duas músicas estavam 'arranhadas', logo depois esse blog foi tirado do ar - acho que era o Sakalli Music. Também gostei do novo do RPWL.
Ainda bem que te deixaram em paz! rsrs Boa sorte!

Abraços pra todos, valeu!
ML

alice in wonderland disse...

maravilha! adorei! dobradinha perfeita essa de revista e música.
bêjo enorme!
alice

Robur, The Loch Ness Monster disse...

Me arrepiei só de ler a resenha.
Sou de bem com a vida, mas há quem curta...

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Alice,
sei que quadrinhos não é bem a sua praia, mas em se tratando de E A Poe... Depois me diz o que achou de tudo isso.
Robur,
é uma história excelente, apesar da morbidez. Sabe aquela velha história de o que seria da luz se não fosse a escuridão, etc? É mais ou menos por aí... rsrs
Beijo pra 'minininha', abraço pro camarada.
ML