quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Prog Espanhol, Pero No Mucho...

Antes de tudo: essa banda Galadriel é a espanhola, de rock progressivo, não é a banda norueguesa de dark metal (seja lá o que isso signifique...), nem aquela outra antiga australiana, que fazia um prog-folk com toques psicodélicos, e, também, não faz exatamente um neo-prog, conforme rotulado no ProgArchives...Tomei conhecimento sobre a banda em 1991, numa locadora de CDs, quando estava garimpando algo diferente no meio do mesmo de sempre e me deparei com a capa do primeiro (e até então único) disco, com um visual que tinha muito a ver com o nome da banda: Galadriel. A essa altura quem não souber que esse nome vem da rainha élfica de Lothlórien, do livro ‘O Senhor Dos Anéis’, de J. R. R. Tolkien (ou seria daquele filme do Peter Jackson?...), bem, para não ser grosseiro, digamos que acabou de chegar a esse planeta...
A princípio pensei que fosse uma banda de metal melódico, mas mesmo assim fiquei curioso; foi só quando a atendente me entregou o disco é que vi o logotipo da Musea, aí o sorriso aumentou. Aumentou mais ainda quando o coloquei no player e logo a primeira música (‘Lágada’) me conquistou, com ecos de Genesis, PFM, VDGG e Yes, mas ao mesmo tempo nada disso, algo novo e diferente, principalmente pelo timbre de voz de Jesús Filardi. Lendo o encarte, fiquei sabendo que dois brasileiros faziam parte da banda o baterista Alcides ‘Cidon’ Trindade e o baixista Marco Dos Santos, então o lado patriótico abocanhou o que faltava para que a banda me conquistasse de vez. Nem precisava, na verdade, porque o som é realmente totalmente excelente. (rsrsrs)
A banda foi criada por Jesús Filardi (vocais, teclados e percussão) em meados de 1986 e desde então se tornou um meio de transpor para o mundo as suas composições, ele é, também, o único membro original que atuou em todas as muitas e diferentes formações da história da banda.
Ao longo dos anos, além de Filardi, os seguintes músicos participaram nos dois primeiros discos: Manolo Pancorbo (guitarras, baixo e teclados), Manolo Macia (guitarras), David Aladro (teclados), Alcides ‘Cidon’ Trindade (bateria e percussão), Alfredo Garcia Demestres (violino e teclados) e Marco Dos Santos (baixo), entre muitos músicos convidados. 'Mindscapers', o terceiro disco, conta com Nacho Serrano (guitarras), Jose Bautista (Warr guitar e programação de teclados), Alex Roman (teclados) e Renato Di Prinzio (bateria). No momento eles estão em pleno processo de divulgação de seu mais novo disco, ‘Calibatred Collison Course’, lançado nesse mês e, pelo que vi no site, a banda foi totalmente reformulada mais uma vez.
Mesmo com todas essas mudanças, a voz e as composições de Jesús Filardi são os fios condutores que dão uma ‘cara’ muito própria à Galadriel, que sempre nos traz surpresas a cada disco, seja no primeiro, que é bem calcado no progressivo da era clássica; ou no segundo, que traz vários elementos étnicos, graças às ótimas incursões percussivas; ou ainda no terceiro, com uma proposta mais moderna que os anteriores. Entre os três, eu não tenho um preferido, apesar de ter uma identificação maior com o primeiro.
Enquanto o novo disco não estiver disponível para download, divirtam-se com a breve, porém excelente, discografia dessa banda espanhola; tudo nos padrões de sempre daqui do Pântano Elétrico.
Quem quiser o novo CD pode ir direto ao site da Musea e comprá-lo por ‘módicos’ € 14,90...
Só faltou dizer que os três discos aqui disponibilizados foram ripados dos meus próprios CDs, em VBR 224/320, e que os encartes completos estão incluídos. Divirtam-se e se não for muito trabalho, comentem...

Site Oficial
ProgArchives

Links (2,49kb) – Sharebee

2 comentários:

Loki Lucky disse...

Falaê primo! lembrei de qdo vc me apresentou o primeiro, que eu fiqei meio assim pq não gosto muito dessas coisas de fadas e duendes e elfos essas porras mas o som é realmente fodástico. Não entendo muito de inglês mas parece q nos outros discos eles foram largando esses temas de fantasia e continuaram com o instrumental afiadaço. Acabei de escutar o Mindscrapers q era o unico q eu não tinha e gostei muito.

Valeu!!

Loki Lucky

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaala, ô, doença!
Entendo seu ponto de vista; esse lance de elfos e castelos e dragões... De vez em quando eu encano com isso também, mas se o som for bom, não tô nem aí.
Abração.
Valeu!
ML