quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Taca Fogo!



Bob Marley & The Wailers - Catch A Fire (1972)

Special Edition (2001)




Acho que, pelo senso comum, posso afirmar que uma grande parte da música popular (ou não) que escutamos hoje em dia nasceu do blues. O blues em sua forma mais simples e definitiva, seus ritmos, cadências, conceitos e temas. Dele se desenvolveram zilhares de ritmos: jazz, soul, funk, rock & roll, rock, country, folk, reggae...
Todos esses ritmos, em sua forma primordial, invariavelmente, são denominados como ‘de raiz’ – ‘roots’, para aqueles que gostam da língua inglesa. Obviamente, cada um desses ritmos tem seus artistas originais, seminais em sua própria forma de arte; muitos deles se transformaram em sinônimo de seu próprio estilo, ícones. Eu poderia citar vários exemplos, mas toda essa introdução/enrolação é só pra dizer o seguinte: se você pensa em reggae e não o associa logo ao Bob Marley, então você não é deste planeta!
Robert Nesta Marley já era uma estrela na Jamaica, mas foi apresentado ao mundo com esse disco que estou postando aqui – ‘Catch A Fire’; e como aconteceu com muitos artistas, para ser apresentado aos ouvidos mais caretas, sofreu um certo ‘processo’ de lapidação para se adaptar ao mercado mundial. Nesse caso, mesmo assim ‘lapidado’, não foi possível esconder a genialidade e talento de Bob Marley & The Wailers.
Essa edição especial de ‘Catch A Fire’ contém o disco que foi lançado na época, gravado e mixado na Inglaterra, com esse tratamento mais ‘comercial’. Traz também a sua versão ‘roots’, criada, produzida, arregimentada, gravada e mixada em sua própria terra de sonhos, a Jamaica, de acordo com a concepção original dos próprios artistas, com arranjos mais simples, o grave monstruoso e pulsante, instrumentações ora mais ‘limpas’, ora mais ‘sujas’, e todas as suas deliciosas sutilezas e espontaneidade.
Incluí o encarte completo, com todas as letras, fotos e também um ótimo texto de Richard Williams, contando toda essa história com muitos detalhes, de forma sucinta e genial.
Se você não gosta de reggae, dê-se essa chance, afinal lutar contra preconceitos e conceitos pré-estabelecidos é parte fundamental da cultura rastafári, e o que mais interessa aqui, a música, é realmente a parte melhor e essencial.
Baixe Jah!

Site Oficial
Wikipedia

Parte 1: Disco 1 - 11 faixas, VBR 224/320, 85,16mb – Sharebee
Parte 2: Disco 2 - 9 faixas, VBR 224/320, 89,43mb – Sharebee

18 comentários:

Anônimo disse...

LOBO


Falaê Marcello, é o Lobo, é o Lobo... rsss

Como estás, caro amigo? Resenha de alta qualidade para um ícone do reggae. Mesmo não sendo fã do gênero, aplaudo sua iniciativa de divulgar músicas de todas as vertentes.
Hoje estou cansado, muita labuta.
É chegar em casa, jantar e bater na cama(nem banho capaz de eu tomar rsss).
Saudações pernambucanas

Lobo (o original)

Ser da Noite disse...

Fala, Marcello.
Estou me atracando nestes links. Gosto muito de Bob Marley. O cara é, realmente, um ícone do raggae.
Obrigado pelo post.
[ ]s

woody disse...

Tenho essa edição em CD que ganhei de uma amiga. É CHAPANTE!!

Abraço,
WOODY

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

. Mesmo não sendo o Lobo El Lobo, agradeço pelas palavras cordiais - valeu!
. Faaaaala, El Morcegón!
O difícil é escolher qual das duas versões é a melhor; quem ganha com isso é a gente, certo? rsrs Se quiser mais discos do véio Bob, entre em contato, OK?
. Grande Woody!
Sabe o que acabei de reparar? consegui fazer a resenha falando do Marley, reggae e Jamaica sem fazer qualquer menção à ganja, brenfa, marijuana ou qualquer outra denominação da erva mardita! rsrsrsrs
Abraços pra todos.
Valeu!
ML

Franck disse...

Grande marcello...
Me gusta mucho el Reggae así que bajo este material. Hace tiempo en una radio acá en Chile escuchaba un programa dedicado al reggae y conocí un poco más del estilo, es una música que relaja y alegra. Y gracias también por los de Tempano, gran banda
Parabens pelo post!!!!
Saludos

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Franck!
Finalmente consegui escutar o disco do X-Legged Sally (Slow-Up) e gostei bastante, agradeço imensamente pela dica! Depois vou baixar os outros deles pra ver se são bons também.
Eu gosto de reggae, mas além do Bob Marley são poucos os artistas e bandas que eu realmente gosto. O Ziggy Marley tem uns discos muito bons também.
Franck, a palavra témpano tem algum significado além dos que pesquisei (tímpano; bloco de gelo flutuante)?
Um grande abraço, meu amigo, saludos!
ML

pirata disse...

Oi, Maddy, o que eu coloquei sobre os Anos Incríveis é a trilha sonora original. São quase 170 músicas, é a maior viagem. Eu tb sou amarradão no Kevin.
Obrigado pelo toque, vou dar uma reduzida na página.
Abraços.

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Pirata!
Vou lá baixar porque deve ser essencial.
Lembro em especial de um episódio em que o Kevin entra numa tubulação (ou qualquer coisa parecida) e a música que rolava era 'Riders On The Storm' - Sensacional!
Um abraço.
ML

Franck disse...

Grande Marcello
Ya estuve escuchando a Bob Marley, la verdad es el maestro del reggae...
Que bueno que escuchaste a los X Legged Sally, te puedo decir que el disco Eggs and Ashes del año 94 es muy bueno, lo escuchas y gusta de inmediato...
Estuve buscando más significados para Témpano, el que yo conocía se refiere a un gran bloque de hielo, un sinónomo en español puede ser un iceberg. Pero encontré otro significado que es "timbal", es un instrumento musical de percusión, algo así como un tambor grande, así que pienso que el nombre de la banda va por ese lado :)
Cúidate mucho Marcello, ya vi que más arriba posteaste a Gentle Giant, luego pondré mis comentarios y te voy a recomendar una banda genial de USA...
Saludos afectuosos

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Franck,
são os mesmos significados que eu já tinha pesquisado, mas agradeço da mesma forma.
Vou baixar os outros do X-Legged Sally e aguardar por mais uma recomendação sua.
Um abraço.
ML

Rochacrimson disse...

Show de Bola!

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Rocha!
Valeu!
Abração!
ML

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Pra mim, reggae só com Marley. O resto, dispenso sem dó!
[]ões

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Faaaala, El Gravetón!
Não seja tão radical, meu irmão! rsrsrs Johnny B. Goode com o Peter Tosh é tudo di bão! E tem uma coisa aqui outra ali de outros artistas. O que falta nos artistas e bandas de reggae é a consistência e a autenticidade do Marley, mas sempre dá pra salvar uma ou outra música.
Abração.
ML

Anônimo disse...

Showzão de post!
Sensacionais o som, as imagens então...
Meu...Valeu de coração!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Anônimo, agradeço pela visita e pelas cordiais palavra.
Valeu!!
ML

Sr do Vale disse...

Maddy, além de associar o regae à Bob Marley, também tem o fato desse cara colocar um país no mapa.
Não fosse por ele, muito de nós, me incluo nessa, não imaginariamos que existesse a Jamaica.

Tasca fogo na bagaça.

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaande Valleyman!
Você tem razão, meu camarada, se não fosse ele e o reggae, talvez a Jamaica fosse somente mais um desses países paradisíacos do Caribe sobre o qual nada sabemos; só mais uma parada em um cruzeiro para milionários.
Abração.
Valeu!
ML