domingo, 21 de agosto de 2011

The Trip

Quando postei no Plano Z o disco mais recente do Wicked Minds (‘Visioni, Deliri & Illusioni’, um ótimo tributo ao prog italiano), meu irmãoSinho Edson, El Berlotón, fez um comentário em que dizia querer conhecer melhor a banda The Trip (uma das que foram homenageadas no tal disco), por ter gostado bastante da faixa ‘Caronte I’; foi daí que peguei o mote para esta postagem.
The Trip é um grupo mezzo inglese / half italian, que iniciou seus trabalhos na Inglaterra, em 1966, e tinha em sua formação original ninguém menos do que Ritchie Blackmore (sim, ele mesmo!); porém, o grupo só começou a se estruturar realmente depois da saída de Blackmore e a escolha da Itália como base de ações.
Arvid "Wegg" Andersen (vocais e baixo), Joe Vescovi (teclados e vocais), William Gray (guitarras e vocais) e Pino Sinnone (bateria e percussão) fizeram, então, a primeira formação realmente estável e, assim, gravaram seus dois primeiros discos. ‘The Trip’, lançado em 1970, mostra o grupo, que se formou no underground europeu, destilando a psicodelia típica da época (influenciado principalmente pelo que o Pink Floyd fazia em seus primórdios) com o melhor do prog italiano, tendo uma boa pegada hard e um ‘plus’ em relação aos tantos grupos do país da bota: vocais em inglês perfeito, sem sotaque estrangeiro – cortesia do vocalista principal, Arvid “Wegg” Andersen. Em ‘Caronte’, de 1971, o estilo da banda atingiu seu ápice e cometeu um disco que beira a perfeição, uma pequena obra-prima.

Ainda em 1971, apesar do bom momento, The Trip sofre duas importantes baixas em suas fileiras: o guitarrista William Gray (um dos fundadores da banda) e o baterista Pino Sinnone. Desde então o grupo deixou de ter um guitarrista e para as baquetas foi convocada uma figura que posteriormente teria uma grande história na música italiana: Furio Chirico. Foi com esta formação, um clássico power trio de prog, que, em 1972, lançaram outra pequena obra-prima ‘Atlantide’, onde há a clara influência de EL&P – até por conta do novo formato do grupo.

Veio o ano de 1973 e com ele o disco ‘Time Of Change’, que tem esse título praticamente profético, já que muitas mudanças ocorreram: início de novos rumos musicais, gravadora nova e a saída de Furio Chirico - que em seguida viria a fundar a excelente banda de jazz/prog Arti & Mestieri* .
Depois deste grande baque, eles até tentaram continuar com um novo baterista, mas parece que as coisas já estavam desgastadas e o fim foi invitável. De qualquer forma, antes assim, deixando um legado de 4 ótimos álbuns, do que manchar a carreira lançando discos sem inspiração.
Se não me engano, cheguei a postar esta discografia no finado Delirium Dust, mas com bitrates mais baixos; agora estou disponibilizando 3 deles em 320k e 1 em 256k, com o máximo dos encartes que consegui achar. Só me resta, agora, desejar o de sempre: divirtam-se e, se puderem, comentem!

Site Oficial
Prog Archives
Wikipedia: EnglishItaliano


EXTRA!!
'Caronte' (Parts I & II - G&B Mix) - Multiupload (21,46mb)
Mix das faixas 'Caronte I' e 'Caronte II', do disco de mesmo nome, gentilmente ofertado pelo graaaande Edson d'Aquino, presidente do dele, do seu, do nosso Gravetos & Berlotas - Valeu, irmãoSinho!!

NOVOS LINKS (re-up em 12/06/12) – Mirror Creator (3kb)

* Eu postei a discografia do Arti & Mestieri no Delirium Dust (foi até ‘gentilmente’ solicitada a exclusão da mesma pela nossa querida DMCA) e, depois, disponibilizei os links aqui no Pântano Elétrico; como alguns dos links estão expirados, em breve os re-uparei e, assim que estiverem prontos, farei uma re-postagem.

15 comentários:

Edson d'Aquino disse...

Valeu, Spacey BroDim!!!!
A The Trip já estava em minha lista para uma futura pesquisa de discografia mas vc facilitou tudo. e os caras ainda tiveram na sua MKII o Furio Chirico, o melhor baterista desconhecido de todos os tempos, hehehe. O que esse cara toca é sacanaaaaagem!
Totalmente excelente demais essa postagem!
[]ões

DAGON disse...

Falaaaaa El Portugaaaaa!!!!!!!!!!!!!!

Nunca ouvi falar desse de The Trip e vou baiar um deles desse tzt (to sem chisss) esse que vc disse que é perfeito ou você podia indicar o mais hard deles, rsss;

Uma coisa esquisita esse nome Furio Chirico, ri pra caralho sozinho aqui, hahahahaha, muito estronho, hahahaha.

A verificação de palavras aqui é pentalim, hahaha. :)

Abração.

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaaaaaaaaande Bluesy Bro!
Espero que você se surpreenda com a The Trip - pra não perder o trocadalho: mó viagem, maluKO! rsrsrsrs
Pode crer, o Furio é um batera animal - e continua na ativa! -, mas todos na banda são excelentes músicos, inclusive o primeiro baterista.
Eu já esperava que vosmicê, em sua santa preguiça, ainda não tivesse baixado os discos... Amigos também servem pra isso, não é? rsrsrsrsrs

Pequeeeeeeeeeno Arariboy!
Não sei não, meu amigo, você tem um mau gosto ducarái... rsrsrsrs Em via das dúvidas, escute primeiro o 'Caronte', depois o de 70; se gostar desses dois, mande ver os outros, porque, mesmo sem guitarra, ambos têm seus momentos de peso.
Chirico, em italiano, fala-se Quirico, mas mesmo assim continua esquisito... rsrsrsrsrs

Abraços, grandes abraços!
ML

Progshine disse...

Conseguiu as capas Marcellão?
E a quanto estão os arquivos? Eu tenho eles em 128k :)

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Pô, Diegão, você nem leu o texto... Que decepção... rsrsrsrs
Aquele abraço!
ML

Diego disse...

Posso te falar a verdade? Li até a parte do Arti & Mestieri, 1 paragrafo... pqp rs

To tentando colocar o Progshine em dia o mais rápido possível e cara, preciso de um pc novo, tá tudo lento, nem dá gosto ler nada (não é desculpa rs)

Maria Dias disse...

din don!

beijos saudosos!

Edson d'Aquino disse...

KKKKKKKKKK...sei não, BroDim, acho que Mr. Araribóia Man vai retornar ameaçando lhe sequestrar e fazê-lo ouvir Blue Murder e Mother's Army até seus tímpanos entrarem em colapso e os poucos neurônios que lhe restam derreterem, hehehehe.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaala, El Pateta!
Teu PC tem que rodar lento, né?, com tantos discos e tantos games incrustrados no HD, sacumé... rsrsrsrsrs

E aí, Lovely Lady, beleza?
Não precisa tocar a campainha, não, a porta está sempre aberta - ainda mais pr'ocê!

Abraço pro doido e beijo pra moça.
Valeu!
ML

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaala, bRodão!
Fiz uma reciclagem neuronal recentemente (rsrs), mas é claro que se rolar tamanha artilharia pesada pra cima da minha pessoa a coisa vai ficar feia... rsrsrsrsrs Mas vai que o cara gosta da Viagem... Talvez seja melhor não, porque anteciparia o fim do mundo... KKKKKKKKKKKKKKK
De qualquer maneira, ele vai preferir muito mais o disco que acabei de postar lá no Plano Z - Desert Wizards, totalmente excelente!
Aquele abraço!
ML

P.S: falando no Mother's Army, eu acabei baixando pra ver qual é; aí vi um dos encartes em que o Joe Lynn Turner (El Reserva Tapa-Buracón) tá parecendo uma das Panteras... PQP! O que dizer de um cara que é especialista em auto-queimação de filme?!?!?! rsrsrs

Edson d'Aquino disse...

Diiiiiiiiiiiiga, El Impaciente BroDim!!!
Putaquelospareó!!!
Já baixei e orelhei o primeirão e 'Caronte' e...chapei, véi. É verdade que bem mais com o 2º, até mesmo por ser em inglês, mas o 1º tem passagens instrumentais destruidoras. Até o momento, superaram minhas expectativas com sobras.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaaaala!
Aêêêêêê!!!!! Agora sim! Fiquei mega ultra hiper blaster satisfeito em saber que vosmecê se amarrou no som dos caras! Os discos são todos diferentes entre si, mas é inegável que a banda tem uma característica muito própria e autêntica que os permeia.
Totalmente excelente!
Abração!
ML

Edson d'Aquino disse...

Aê, broDim, fiz um mix de 'Caronte I & II' que ficou show de bola. Vai querer?
[]ões

Edson d'Aquino disse...

Ah, e como toca esse tal de Joe Vescovi, véi!!! Está entre os maiores tecladistas/organistas desconhecidos que já ouvi.
Agora, deix'eu ir almoçar.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaaala!
Manda aí esse mix pra eu botar aqui, mas manda por e-mail!
Tô na pressa...
Aquele abraço!
ML