domingo, 13 de dezembro de 2009

Ozric Tentacles

Ontem O Pântano Elétrico fez dois anos de ‘vida’ – parabéns para nós, já que eu jamais teria seguido com essa história se não fossem vocês, amigos, freqüentadores e anônimos em geral. Então, no bom e velho estilo comemorativo, trago hoje a discografia (se não fosse por uns ao vivo, seria completa...) desta banda inglesa totalmente excelente: Ozric Tentacles.

Desde o Delirium Dust que venho protelando fazer este post, por conta dos mais variados motivos, mas, principalmente, por puro esquecimento. Esquecimento, aliás, que os Ozrics não merecem de modo algum!

Em agosto passado eu postei a discografia do Farflung, banda que eu vinha escutando bastante naqueles dias, e sempre que eu os escutava me vinha à cabeça o quanto eles devem ao Ozric Tentacles. Pouco tempo depois disso, eu, finalmente, me decidi a fazer este post, com 23 discos da banda (entre eles, todos os de estúdio, alguns ao vivo e EPs).

Pra quem não conhece, o som deles é prog totalmente instrumental, com o pé afundado na psicodelia e com as mais variadas influências, seja eletrônica, jazz, funk, world music, avant-garde, reggae, dub, ambient e por aí vai... Eu costumo chamar o Ozric Tentacles de prog jam band, só pra sintetizar o som único que eles fazem – basta ver a versão de mais de 9 minutos (do disco ‘Live Ethereal Cereal’) que eles fizeram pra uma música que tem, em estúdio, pouco mais de 1 minuto e meio (‘Erpriff’, do disco ‘Erpsongs’).

Meu primeiro contato com o som do OT foi na virada dos 80 para os 90, não lembro bem ano, quando um amigo me apresentou uma fita cassete com algumas faixas dos primeiros discos deles, que ele tinha copiado de um outro amigo, que por seu lado, imagino eu, também tinha copiado de alguém – algo bem parecido com o que vive acontecendo por aqui na internet e tantos blogs como o Pântano (‘por mais que as coisas mudem, mais elas continuam as mesmas...’). Logo na primeira orelhada a chapação já foi completa. Na época, o que mais me ligava era o guitarrista, que não fazia o estilo ‘debulhador’ e tinha um bom gosto incrível, inclusive nas timbragens do instrumento; mas não ficava só nisso: o trabalho de todos os músicos tem destaque, sejam as flautas, teclados, baixo, bateria, percussão, composições, arranjos, dinâmica, harmonias, improvisações, etc. Além de tudo, pra quem toca um instrumento, as músicas da banda são terreno fértil para se ‘brincar em cima’.

Depois de algum tempo, eu corri atrás de alguns discos deles (que eu nuca tinha visto) e qual não foi minha surpresa ao ver aquelas capas com uma arte meio tosca, típicas de produções independentes – o que era a mais pura realidade da banda.
Hoje, depois de tanto tempo baixando de tudo, consegui todos esses discos do OT e, vendo em retrospectiva, me admira que uma banda consiga tanta excelência numa discografia tão extensa: do meu ponto de vista, acho que nenhum desses 23 álbuns merece nota menor que 6,5; sendo que muitos merecem entre 9 e 10.

A história deles você pode conferir nos links que deixarei lá no final, mas adianto que a banda foi formada no ano de 1984, na região de Somerset, Inglaterra, tendo como ‘cabeça’ o guitarrista Ed Wynne, o único membro que participou de todos os discos. Começaram tocando em casas locais e logo começaram a participar de vários festivais, entre eles o tradicional Festival de Glastonbury, onde suas apresentações pra lá de lisérgicas fizeram fama. Eram nos shows que vendiam suas fitas, que corriam por um circuito ‘underground’ e que acabou os transformando em ‘banda cult’; essas fitas acabaram se transformando em seus próprios álbuns, em que mantiveram, inclusive, as tais capas meio toscas.

A partir do álbum ‘Pungent Effulgent’, a banda foi incrementada com a chegada de John Egan (flautas, sopros e voz), que trouxe ainda mais ecletismo ao som dos Ozrics, além de uma presença de palco marcante. Pena que, como muitos outros, acabou saindo da banda para seguir seu próprio rumo.
Apesar de várias mudanças em sua formação e já com 25 anos de estrada, o OT ainda está na ativa e continua lançando discos com uma regularidade incrível: no total, são 18 de estúdio (o último, deste ano), 5 ao vivo, 1 DVD e mais de 20 EPs, singles e coletâneas (sem contar bootlegs, é claro!).

Após tanto tempo sem dedicar um post a uma banda de prog (o último foi o Fish), não poderia deixar por menos. Espero que vocês se divirtam - e que comentem!

Wikipedia
Prog Archives
Site Oficial
Capas (Covers)

Links (6,14kb) – Sharebee

EXTRA!


Spice Doubt - Streaming: A Gig In The Ether (1998)

Link (98,37mb) - Sharebee



P.S.: Como não sei quando voltarei aqui, lhes desejo um excelente Natal e deixo os meus votos de que 2010 seja de paz, amor, saúde, sucesso e muita, muita, muita Música da boa!

22 comentários:

Noslen ed azuos disse...

Valeu brother. Parabéns pelos 2 anos, parece que foi ontem rsrs, bela postagem como sempre, conheço algumas coisas dos Tentacles, agora vou conferir melhor, obrigado mano.

ns

Lawrence David disse...

Podicrê, Maddy, Merry Xmas for you too, broda. Muito frio In WDC? Abraços na Patroa e nas Crianças. Grande Coleção do Ozric.

ayresrio disse...

Grande postagem,já conhecia o trabalho dos OZRICS,vou dar uma conferida caso esteja me faltando algum cd rsrsrsrs.
Bom falar com vc ,já fazia algum tempo meu nobre amigo,um grande natal para vc e família e um otimo ano novo.
ABRAÇÃO AYRESRIO.
PS:TENHO DADO UMA FORÇA LÁ NO FUXUCAMARIMBONDO,DO NOSSO AMIGO BIG CLASH ,VE SE APARECE .

ayresrio disse...

PÔ MADDY JÁ IA ESQUECENDO O PRINCIPAL PARABENS PELO ANIVERÁRIO
DO BLOG,NO QUAL SÓ PARO DE CURTIR
O DIA Q ACABAR E ESPERO ESTAR LONGE MUITO LONGE DISSO RSRSRSRSR.
VALEU AYRESRIO.

Edson d'Aquino disse...

Ueeeeba! Vou ver o que me falta, mas acredito que, pelo menos, uns 5 de estúdio. Dos 'alive', qual meu irmãoSinho me recomendaria?
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaaande Noslen Apoen!
Valeu, meu irmão, valeu! Realmente, parece que foi ontem - ué, não foi, não?!?!? rsrsrsrs
Pode pegar qualquer um deles, ou todos, que é tudo mucho bão! Com exceção do 'Floating Seeds Remixed', que é bem eletrônico (não sei se você curte), acho que você vai gostar de todos.
Se me pedisse pra escolher, eu pegaria primeiro os seguintes: Tantric, Jurassic, Erpland, Strangeitude, Arborescence, Curious Corn e Spirals; depois, todos os outros (hehehe), começando pelo Live Ethereal Cereal.

Merry Christmas, Mr Lawrence! Caraca, nunca imaginei que usaria o nome desse filme assim à vera!!! rsrsrsrsrsrs
Valeu, broda! Aqui tá frio bagarái, taquilparillllll! rsrsrs A patroa agradece o cumprimento, e as crianças, bem, as crianças a gente continua se esforçando bravamente em fazê-las, mas por enquanto ainda não saiu nenhum coelho desse mato... rsrsrsrsrsrrsrsrs
Ozriqueie, meu véio, ozriqueie que faz um bem danado!! rsrsrs

Graaaaaaaaaaaaaande Ayres!
Um dos intuitos dessa postagem é justamente o de fazer a galera completar a discog, então, meu amigo, aproveite!
Valeu por tudo, o Pântano ainda está bem longe de secar e, pode crer, antes disso eu passo lá no Fuxuca - eu sei que tô devendo...
E ótimas festas pra você também!!

Faaaaaaaaaaaala, hombre!!
IrmãoSinho, esse é o tipo de banda que eu curto ao vivo, porque eles não fazem o estilo de meramente transpor para o palco o que fizeram no estúdio, sempre fazem improvisos, mudanças, etc; então, eu posso te indicar os 3 que eu postei sem medo, porém eu tenho uma preferência pelo Live Ehtereal Cereal, porque, além de tudo, tem umas músicas que só ali mesmo.
Vai lá, completa essa bagaça e aprecie sem moderação, devidamente brenfado (assim cai muito melhor!! rsrsrsrsrs).

Abraços, amigos, muitos abraços!
Valeu!!
ML

Big clash disse...

Olá Maddy,
ainda em tempo deixo meu abraço de Feliz Aniversário...hehehe...Vida longa ao Pântano Elétrico,ambiente virtual de boa música e amizades.
UM fraterno abraço.

Cultura Malcriada disse...

E aí, Marcelo "Carmelito"!

Feliz aniversário pro seu blog que é classe A, cheio de bandas ótimas!!!

E Boas festas e um 2010 beeeeeem melhor do que 2009.

FaloU!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Biiiiiiiiig Brother Clash!
Valeu, irmão tribuno! Também te agradeço por fazer parte da história do Pântano, que, como você disse, é um espaço de amizades musicais virtualmente desvirtuadas! rsrsrsrs
Boas festas!

Graaaaaaaaaaaande Malcriado!!
Valeeeeeeeeuuuu!!
Tô devendo várias visitas... Eu sei; não nego; pago quando puder... rsrsrsrsrs
Obrigado pelos votos! Posso até correr o risco de parecer um ET (mais?!?!? rsrs), mas posso te dizer que, ao contrário de muitos, 2009 foi (está sendo!) um dos melhores anos da minha vida, daqueles que se melhorar acaba esragando... rsrsrs Se 2010 for assim, pelo menos no mesmo nível, já ficarei feliz - se eu conseguir ir a um show do Rush, então! rsrsrsrsrs

Boas festas, amigos!
Qualquer hora dessas farei uma visita aos seus blogs.
Abração!
ML

José Miranda disse...

Grande Maddy

Os Ozric têm mesmo um grande som. Vou ver o que não tenho (eh eh).
Parabéns atrasados pelos dois anos deste "nosso" ponto de encontro - pena agora ser tão de longe em longe.

um Santo Natal e um Ano Novo com tudo de bom para para si, a sua família e... (porque não?) todos os amigos que por aqui passam para colher boa música, boa prosa e deixar dois dedos de conversa.

Abraços de Portugal

José Miranda

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaande Miranda, El José!
Caro amigo, agradeço pelas palavras e os votos, também, principalmente, pela sua constante presença nesse nosso (nosso, sim!!) espaço pantanoso - você é mais um dos que me ajudam a fazer isso aqui, então parabéns pra todos nós! rsrs
Um ótimo Natal pra você & família e que 2010 seja um ano totalmente excelente!
Abração!
ML

Gualter disse...

Salve Maddy

Tenho vários dos OT. Realmente ecletismo é a nota deles. Vamos baixar para completar.
Um abraço e um grande 2010 para vocês.
Lelo

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaande Gualter, El Lelo!
Salvo, salvo, sim, e faço backup!! rsrsrs
O Ozric é praticamente obrigatório pra quem curte um bom som instrumental; aproveita pra pegar os que ainda não tem.
Boas festas, meu amigo, pra você e toda a família!
Valeu!
ML

Big clash disse...

Boas Festas, Maddy Lee!!!!

Forgotten Sons disse...

Grande Marcelo;
Um gde abraço pra vc e toda sua Familia, um ótimo natal e já antecipando um feliz 2010 !!!!!! Abração....

Danilo
*

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Biiiiiiig Brother Clash!
Boas festas, meu irmão! Já passou o Natal, mas a festa continua... rsrsrsrsrs

Faaaaaaaala, Danilão!
Meu camarada, boas festas e que em 2010 o Blogger e a fuckin' DMCA não te persigam!!! rsrsrsrsrsrs

Abraços!
ML

Rochacrimson disse...

BOM ANO 2010!!!!!!!!
Obrigado por todo que tem sido postado aqui neste magnifico blog!
Abraço de Portugal ;-)

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaaande RockRubro!
Valeeeeeeeeeeuuuuu!!!!
Que 2010 seja totalmente excelente pra você e os seus, meu camarada! E que esse nosso blog contnue nos satisfazendo - sempre!
Abração.
ML

mauri disse...

Falaê Marcello.

Sonzera;apresentei Ozric para uma molecada brenfera que só curtia porcaria (psy,tecno e afins)e eles ficaram malucos no som meu.Imagina o que virou o cd.Valeu pelo post,esse eu ainda não tinha.

Um abraço.

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaaalaêêê, Mauri!
Seja bem vindo ao Pântano! Ainda mais depois de prestar um belo serviço sócio-cultural desses!! KKKKKKKK
Aproveita que eles gostaram do Ozric pra aplicar outros sons na molecada - e, de repene, se auto-aplicar umas sonzeiras na veia... rsrsrsrs
Abraço.
ML

carlos alberto gomes disse...

que som e este ?? os caras são foda!!! valeu

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaala, C. A.!
Antes de tudo, seja bem vindo!
Morri de rir com seu comentário, porque essa deve ter sido a mesma exressão que eu disse quando ouvi o som dos malucos pela primeira vez - rsrsrsrsrsrsrsrs
Aproveite que curtiu os Ozrics e baixe The Ganjas, Farflung, Vibravoid...
Valeu!!
ML