sexta-feira, 21 de novembro de 2008

A Pegada

Como muitos da minha geração, tomei conhecimento sobre o Le Orme através da Rádio Eldorado (a EldoPop-pop-pop... com ‘équio’ - rsrsrsrsrs). Sabe como é: anos 70, ditadura, artigos importados eram raros e caros, não existia MTV, PCs, celulares, essas coisas... Confesso que minhas primeiras impressões não foram assim tão boas, achei a voz do cara meio enjoada e ele ainda cantava em italiano, o que não ajudava em nada... Mas era mais do que evidente a qualidade dos músicos.

Desde que comecei a comprar discos em lojas especializadas eu via um disco ou outro deles, quase sempre o ‘Collage’, com aquela capa meio esquisita, os caras pintados de branco, parecendo fantasmas num cemitério... Eu achava muito fora de propósito aquela imagem e eu queria mesmo era rock progressivo nos moldes de Yes ou Pink Floyd.
Até que num certo dia um amigo me apresentou o ‘Storia Di Um Minuto’ do PFM e foi paixão à primeira ouvida, graças, principalmente, ao violino de Mauro Pagani.

Daí pra frente eu fiquei com os ouvidos mais abertos para outros línguas que não o inglês e finalmente resolvi experimentar o Le Orme. Não me lembro exatamente em qual loja, mas lembro de ter escutado de uma só vez ‘Collage’, ‘Uomo Di Pezza’ e ‘Felona E Sorona’. Alguns dias depois voltei na tal loja e saí de lá com esses três mais o ‘Contrappunti’. Eu continuei achando (hoje acho menos) a voz do Aldo Tagliapietra um tanto ou quanto enjoada, principalmente depois de várias audições seguidas, mas as músicas sempre foram boas demais para serem ignoradas; afinal eles não são uma das três principais bandas de rock progressivo italiano de todos os tempos à toa...A história do Le Orme se iniciou em meados da década de 60, quando faziam um pop/rock de muita classe e com algumas pitadas psicodélicas; nessa época era um quinteto, formado por Aldo Tagliapietra (vocais, violão, flauta e celeste), Toni Pagliuca (teclados), Nino Smeraldi (guitarras e vocais), Claudio Galieti (baixo, guitarra, violoncelo, e vocais) e Michi Dei Rossi (bateria e percussões). Depois de alguns compactos que não venderam lá grandes coisas e outros que conseguiram algum sucesso, lançaram seu primeiro disco em 1969, ‘Ad Gloriam’. Pouco tempo depois Nino teve que cumprir suas obrigações militares e deu adeus à banda; Claudio os deixou em pouco menos de um ano depois; ficando assim o núcleo que levaria o Le Orme através dos tempos e vários discos: Aldo Tagliapietra, Toni Pagliuca e Michi Dei Rossi. A proposta musical se tornou outra, uma mistura de rock com música clássica, folk e baladas, um som bem calcado em teclados, mas não deixando de lado os violões e outros instrumentos, fazendo um prog totalmente autêntico. Tiveram também alguma influência das bandas britânicas de rock progressivo que eram suas contemporâneas, como Yes, ELP e Van Der Graaf Generator. Alcançaram alguma fama com o primeiro disco lançado com essa formação (‘Collage’) e a turnê do disco seguinte (‘Uomo Di Pezza’) passou por vários países da Europa, com grande sucesso, o que os levou a ganhar seu primeiro disco de ouro. Nesta mesma turnê o genial Peter Hammill participou de uma boa parte de um show do Le Orme, tocando guitarra e teclados.
Depois de alcançado o sucesso internacional, eles continuaram a lançar ótimos discos e a excursionar. A partir do álbum ‘Smogmagica’ a banda cresceu; primeiro com a entrada de Tolo Marton nas guitarras, que logo deu lugar a Germano Serafin que, além da guitarra, também tocava instrumentos como o violino e baixo, entre outros. Com essa formação continuaram até ‘Piccola Rapsodia Dell’Ape’, de 1980, mas pouco tempo depois eles resolveram dar um fim à banda.

Aqui vale um daqueles parênteses: o Le Orme talvez tenha sido a única das grandes bandas de rock progressivo que passou ilesa pelos anos 80, porque eles simplesmente saíram de cena, poupando-nos assim do constrangimento pelo que passaram 99% das outras bandas.Em 1990 eles ensaiaram uma volta com o disco ‘Orme’ (bem marromeno). Algum tempo depois Toni Pagliuca deixou a banda definitivamente. Mas eles continuaram na ativa; desta vez com dois tecladistas, Francesco Sartori e Michele Bon. Em 1996 lançaram um álbum surpreendentemente bom, ‘Il Fiume’, onde retomaram a força antiga, mas sem deixar de ter toques de modernidade em seu som. Já no disco seguinte Francesco Sartori saiu para entrada de Andrea Bassato (teclados e violino).

Os três últimos discos (‘Il Fiume’, ‘Elementi’ e ‘L’Infinito’) fazem parte de uma trilogia dedicada ao desenvolvimento e evolução do Homem.
Finalmente, em 2008, mais de 40 anos após se juntarem ao Le Orme, Tagliapietra e Dei Rossi continuam tocando e cheios de projetos, como o lançamento de um DVD de um show de 2005 e mais shows por todo o mundo. Bassato deixou a banda no começo deste ano e eles resolveram voltar a ser um trio, definitivamente. Ou pelo menos enquanto as boas idéias durarem... Vida longa ao Le Orme!

Entre os discos disponibilizados aqui estão alguns ripados por mim, com os habituais VBR 224/320 e encartes completos, mas a maioria deles eu peguei em vários outros blogs nos últimos anos. Divirtam-se!

ProgArchives

Links (4,44kb) – Sharebee ou Sharebee

Aqui vai um link direto pro Progshine, aonde estão postados os álbuns 'Venerdi' e 'Amico De Ieri'.

42 comentários:

José Miranda disse...

Grande Maddy,

Grande post que vejo ao entrar no Pântano (salvo seja!).
Já conferi e tenho tudo dos Le Orme aqui postados.
Como estive fora um tempo, vou ter de conferir tudo aqui (eh eh eh).
Deu tempo para ouvir com atenção o Lenine e só digo isto... Ele vem cá a Portugal em Março e conto ir vê-lo à Aula Magna!

Abraços

José Miranda

Sr do Vale disse...

Itália, doce Itália.

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaala, Miranda!
Bons ventos o trazem, meu camarada!
Resolvi postar a discografia do Le Orme porque sempre encontrei um disco num blog, outro em outro, uns são mais difíceis de encontrar, etc; assim acho que fica mais fácil pra quem estiver procurando por eles.
Vou te dizer, não deixe mesmo de ir ao show do Lenine, porque é uma excelente e surpreendente experiência, muitas músicas ganham arranjos diferentes e a banda é sensacional; é o tipo de show em que o prazer de quem está tocando contagia o público e, cá entre nós, Jr Tostoi manda muuuuuito ao vivo. rsrsrs Sairás com um larguíssimo sorriso no rosto, pode confiar! rsrsrsrs

Mr Valleyman, rapadura é doce, mas não é mole, não! rsrsrsrs
A Itália é fria no norte, quente no sul, tem cheiro de vinho e molho de tomate; barulhos de risadas, carros velozes, discussões, trânsito e de gritos de torcida de futebol; cheiro de tinta e pó dos tempos... Bem, e é doce, também... rsrsrsrsrsrs

Abraços, meus camaradas, abraços!
Valeu!
ML

alice in wonderland disse...

marcellinho tu es um chato! a voz do aldo t. é bem bonita e eles tem musicas linda.
eu nao conheço uns desses novos. se vc diz que é bom vou acreditar.

bejo!!!!

alice

Darth disse...

Como é que o sr não me fala nada do magnífico Felona E Sorona em seu texto? grrrrrrrrrrr

rsrsrsrsrs

Darth disse...

Falando nisso, quer os links do
1982 - Venerdì
e
1997 - Amico Di Ieri
?

:)

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Menina Tia Alice,
eu bem sabia que ia pisar no seu calinho italiano.. rsrsrsrsrsrsrs
Manda ver nos novos, porque podem não ser um 'Felona e Sorona' ou um 'Uomo di Pezza', mas dão sua onda.

Caríssimo Darth,
antes de tudo, dou-te as boas vindas.
Optei por não falar muito especificamente sobre os discos, mas é claro que o Felona E Sorona tem seu lugar de destaque na discografia do Le Orme (e no meu gosto também!); o texto já ficou imenso e chato; seu eu fosse entrar em mais detalhes, então... rsrsrs
O 'Amico Di Ieri' foi o único que nunca consegui, se quiser mandar o link, ficarei felicíssimo. O 'Venerdi', se não me engano, tem as mesmas múscias do 'Biancaneve', mas se quiser mandar um link pra ele também, meu camrada, manda ver! rsrsrs
Valeu pela visita e pela força; vou aguardar sua reposta.

Beijim pra menina-porra-louca e um abraço pro Lord Sith.
Valeu!
ML

ROCK PROGRESSIVO disse...

Grande post, Marcelo. Le Orme está entre os meus grupos prefiridos não só do prog italiano, mas de todo o ProgRock. Na minha opinião, ‘Felona E Sorona’ e ‘Contrappunti’ são as obras primas da banda. Só uma curiosidade minha, 'Disco de Ouro' na europa, equivale a vendagem de quantos álbuns??? Dei uma procurada no google e vi várias repostas diferentes: 20 mil, 40 mil e até 100 mil....

Abraços e tudo de bom! :)

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaande Museólogo RockProg!
Eu acho que do 'Collage' até o 'Contrappunti' não há sequer uma vírgula ruim nos discos do Le Orme, até os chiados são bons! rsrsrsrsrsrs
Hoje em dia a contagem válida para discos de ouro na Europa muda muito de acordo com cada país, aliás é assim no mundo todo; depende muito do tamanho da população e do consumo deste tipo de produto, também; porém, na década de 70 era meio que padronizada e, se minha memória não falha (com a PVI não dá pra confiar muito... rsrsrs), era o equivalente a 100 mil discos vendidos em todo o continente; o mesmo era válido para os EUA.
Mas acho que o que mais nos interessa é a qualidade dos discos, não é mesmo?
Um grande abraço, meu camarada!
Valeu!
ML

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Diiiiiiiiga, doidio!
Tem um primo meu de Miiinassss que vai ficar amarradão nesse post. Pra ele, PFM, Le Orme e...Kansas(vai entender!) são o que existe de mais sublime.
Vou mandar o link desse post pra ele mas é capaz de já ter tudo.
[]ões

Robur, the Loch Ness Monster disse...

Nem tanto de chamar o Marcello de chato, mas a voz do vocalista é única no rock!
Excepcional postagem, Marcello!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaaala, El Botachorense de Los Gravetos Quemados!
Manda o link pro primo e diz pra ele passar por aqui; o cara deve ser muito gente fina, pelo menos bom gosto ele tem! rsrsrsrsrsrsrsrsrs

Graaande Robur!
Cara, a Alice é amiga de infância e sempre impliquei com ela por causa da voz do Cortapedra, é uma daquelas 'piadas internas", sabe como é... rsrsrsrsrs Descendente de italianos tem dessas coisas... rsrsrs Eu sabia que se escrevesse isso ela iria se manifestar, acho até que ela foi bem 'light'. rsrsrsrsrsrsrs
Lá no início eu implicava mesmo com a voz dele, mas depois me acostumei e passei a admirá-lo, afinal, como você mesmo salientou, a voz dele é única (ainda bem!!! rsrsrsrsrsrsrsrs). Sacanagens à parte, me amarro no Le Orme e até nos discos mais fracos têm músicas muito boas.

Valeu Edson IrmãoSinho, valeu Robur El Monstro, grandes e fiéis camaradas.
Abração!
ML

Darth disse...

Como prometido :D

Le Orme - 1982 - Venerdi
http://www.mediafire.com/download.php?wtyzzyyiyl2

Le Orme - 1997 - Amico Di Ieri
http://www.mediafire.com/download.php?yyzymgkkiyj

Abraços

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaande Darth!
Vou anexar à postagem; valeu!!
Abrção.
ML

Adrian Marcatto disse...

Grande Maddy Lee,
Valeu pelo excepcional post e pelo texto!
Le Orme merece estar entre os grandes italianos por tudo o que voce escreveu e pelas vocais "greg Lakianas" (guardadas as devidas proporçoes..rs) do Tagliapietra!
Abraços!

Sr do Vale disse...

Maddy, você mora no meio do mato e o caipira aqui sou eu, que moro na megalópoli.
Entrei no link e não entendi nada, por fim, não consegui baixar.
Muitos eu já tenho, mas a qualidade de gravação postada aqui, é superior, por isso quero reformular minha discoteca leorneana.

Abraços e obrigado.

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaande Adrian,
seja bem vindo!
Cara, valeu por suas gentis palavras! E vou guardar as devidas proporções quanto à sua comparação... (coitado do Lake... rsrsrsrsrsrsrsrs)

Johnny Valley,
eu é que não entendi nada... O link tá funfando na boa por aqui.
Se continuar com problemas me avise que eu tentarei te ajudar de alguma forma, OK?
Boa sorte!

Grande abraço.
Valeu!
ML

Morcego disse...

Sou da capital e também não entendi nada.
Um link para todos os álbuns?
De qualquer forma, nenhum servidor está ativo.
Favor esclarecer e se for o caso corrigir.
Kiss-me

Morcego

Darth disse...

Sem maiores problemas :D

Progshine disse...

1º Acho que postei aqui mas o Opera deu pau e não salvou rs

Falei que o Felona E Sorona sempre está no meu cd player, acho que é fantástico, que o Le orme é minha banda italiana favorita e que o Aldo tem um vocal, que contrariando o Sr Maddy, é absurdamente bonito! rs

2º Como achou os links no blog tão rápido? (teria descoberto que por acidente postei como Darth) hahaha (isso é verdade) rs

Progshine disse...

Ah é, esqueci

http://progshine.com/?page_id=56

:D

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Morcego,
um link para todos dominar,
um link para os encontrar... rsrsrsrs
Vai lá e baixe a lista de links, se algum desses da lista não funfar, me avise, mizifio.

Darth Progshine,
vi ali ao lado, na lista de blogs, que você tinha postado esses do Le Orme; aí foi só fazer a soma e conferir que os links eram os mesmos, tá ligado, meu? rsrsrsrsrs
Darth é sacanagem... rsrsrsrsrsrsrs

Abraços.
Valeu!
ML

Darth disse...

Sacanagem literalmente hahahhahahahahhaa

Morcego disse...

Obrigado por responder, mas o link não está ativo.
E não vi lista alguma.
SOCORRO!!!!!!

Agora vou voar em busca de álbuns e sangue, pois sou um morcego-vampiro!
Kiss-me

Morcego

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Ô, Morcego,
no primeiro link do Sharebee o Zshare e o Megaupload ainda esao ativos, mas, mesmo assim, subi um link novo, se continuar com dificuldades, entre em contato.
ML

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Diiiiiiga, Monstro da Lagoa Negra!!!
Passei pra ele por e-mail mas ainda não tive resposta. Bom gosto? O cara tem mais de 150 bootlegs 'originais' do Kansas!!! Como conseguiu essa façanha se a banda só tem, com muita boa vontade, uns 3 discos que valham a pena é uma incógnita, hehehe.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaala, D'Aquino!
Pois é, meu camarada, tem maluco pra tudo... rsrsrsrsrsrsrs
Abração!
ML

ROCK PROGRESSIVO disse...

Com certeza, Marcelo. Quantidade nem sempre é sinônimo de qualidade. O próprio rock progressivo é prova disso. Quantas "milhares" de bandas one shots (ou não) que gravaram discos belíssimos e não passaram de 300,400 cópias vendidas...

Venho aqui pedir também a sua autorização para que eu possa reutilizar os links dos álbuns The Spaghetti Epic (I e II) do seu blog lá no museo...os links que o Diego havia postado ano passado expiraram...colocarei os devidos créditos.... =D

Abraços!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaande Museólogo RockProg!
Meu camarada, pode ficar à vontade pra utilizar os links que você quiser, sem problema algum; creditando, então, é melhor ainda!
Vou deixar essa mensagem lá no Museo também.
Abração.
Valeu!
ML

Rock Song's disse...

Boa Tarde Caro Marcelo, Dono do Pantano ^^

Sou do Blog rock Song's a um tempinho to procurando o pessoal legal pra armar parceria, naum so pela questã ode publicidade mas tbm pela troca de conteudo q agente pode montar, vim parar aqui pela primeira vez pelo seres da noite e achei muito interessante, a um tempinho to analisando aqui seus posts e to conhecendo muita coisa bacana por aqui...Então decidi ver se vc deseja entrar na lista dos blogs amigos do rock songs...e aii pode ser???
Parabens pelo pantano

Um Abraço and good Work

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Carissississíssimo Leonardo,
acabei de passar rapidamente lá pelo Rock Song's e gostei logo de cara, ainda mais com 'aval' dos amigos Edson e todos os Seres da Noite! rsrsrs Já vou colocar aqui um link pra lá, com todo o prazer! E ainda vou lá visitar o blog com mais atenção.
Abração e boa sorte!
Valeu!
ML

Anônimo disse...

IMPER

Falaê GRANDEEE MARCELLO,
Meu irmão desculpe a ausencia é que estive viajando (fazendo uma turnê profissional, rsssss - estive na tua terra o RIO).

Cara só voce para fazer um post tão brilhante como este, eu tenho alguma coisas do Le Orme, garimpado pelo blog da vida, mas não tudo. MAIS UMA VEZ VOCE SE SUPEROU, tu vais para o GUINESS dos Blogs (até que seria uma ótima ideia criar tal guiness) rrrrrsssssss.

Meu veió, mais uma vez parabens (tu já deves estar casando por eu sempre te parabenizar, mas fazer o que voce só acerta na VEIA).

Abraços esolarados do NE
IMPER

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Falaê, Imper!
Pô, cara, valeu! Mas Guiness só for a cerveja mesmo... rsrsrsrsrsrsrs
Elogios são sempre bem vindos, quem não gosta? Mas só estou tentando fazer a minha parte em retribuição a todos os blogs de onde venho baixando trocentos zilhões de sonzeiras nos últimos anos.
Valeu, meu camarada, valeu!
Um abraço.
ML

Anônimo disse...

gosto é gosto sua intenção é boa, talvez eu seja apenas um sanguessuga, mas não gostei não cara rock em espanhol.

Moacir

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Moacir,
meu caro, realmente gosto é gosto, não gostando tem a lixeira logo ali, fácil, fácil.
Mas...
Se tivesse ao menos lido a resenha, saberia de antemão que é cantado em ITALIANO, assim talvez não tivesse se dado ao trabalho de baixar...
Tudo bem, qualquer dia desses eu acerto no teu gosto; quem sabe?
Valeu pela visita.
ML

Dean Samuel disse...

Hola estimado amigo Marcello, espero que usted también pueda entender aunque sea un poco nuestro bello idioma español, antes que nada, le agradezco muchísimo su visita a mi blog “El Errante Italiano” y también que lo haya enlazado en su blog, lo cual es verdaderamente un honor para mí, pues su blog siempre ha sido uno de mis favoritos, aunque esté en portugués, y lo felicito también por el gran trabajo que hace por compartir con el mundo esta gran música que es el rock progresivo y relacionado.

Recuerdo muy bien su excelente post sobre bandas italianas de un solo disco, porque hice un post en mi blog donde recomendé ampliamente su post a nuestras visitas, pues es un gran trabajo que vale la pena compartir con el mundo. Actualmente dispongo de un link permanente a su excelente post sobre “bandas italianas de un solo disco” en la sección de enlaces en la columna derecha de mi blog.

Por último, le agradezco muchísimo su cortesía sobre los links, créame, amigo Marcello, que si decido usarlos en un post futuro se lo haré saber con mucho gusto y también le daré a usted y a su blog (o blogs) el debido reconocimiento por su trabajo y esfuerzo como lo hemos venido haciendo hasta ahora con los amigos que nos comparten algún material.

Me despido, cordialmente desde México con un afectuoso saludo y un gran abrazo

Dean Samuel

P.D. Por cierto, excelente el trabajo y la discografía de Le Orme. ¡Felicidades!

Franck disse...

Grande Marcello, como dicen ustedes por allá...andaba sumido. No había comentado que este post me pareció genial, Le Orme es una banda excepcional.
Y a propósito, no había comentado que el disco de Jerry Goodman me pareció una maravilla, muy agradecido por tan bello disco, y gracias también por tu comentario en el post de Cumpleaños de Rocksession : )
Abrazos

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Caríssimo Dean!
Excelente! Penso que, apesar da barreira das línguas, temos que pensar na união das pessoas, e a música é um dos melhores instrumentos para isso, porque é uma linguagem universal.
Agradeço pela sua visita e por todo o belo trabalho que faz no seu blog.
Viva Mexico!
Gracias!

Graaaaande Franck,
Tendo cada vez mais pessoas que falam (e escrevem) em espanhol, eu acho que terei que tomar algumas boas aulas! rsrsrsrssrs
Que bom que você gostou do disco do Jerry Goodman! Excelente!
Le Orme, não só pela sua importância, mas por sua extrema qualidade, sempre foi um dos preferidos da casa; espero que eles continuem lançando discos por ainda muito mais tempo.

Abraços a todos.
Saludos!
ML

Franck disse...

Grande Marcello!!!
Ahora ya contesté el mensaje de apoyo que vocé dejó en Rocksession, por el cumpleaños del blog
Muito Obrigado!!! (vamos practicando portugués jaja )

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaande Franck!
É isso aí, enquanto isso nos comuncamos nesse portunhol ou esportuguês, tanto faz... rsrsrsrsrs ou jajajajajaja
Abraços.
Valeu!
ML

bat_trash disse...

Aprendeste o jajaja, né?
:)

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Querida BatSobrinha,
nada como uma boa professora.. rsrsrsrs
Beijão.
ML