segunda-feira, 23 de junho de 2008

Rocketeer



Rocketeer

Dave Stevens (ilustrações, texto e roteiro)
1985 (original) / 1989 (Brasil)
Editora Abril




Rocketeer é algo especial. De todas as tentativas de se fazer um gibi de época, ele foi o único a conseguir o clima daqueles dias.
A arte é moderna, conservando os tons da década de vinte e trinta. O diálogo não está perfeitamente de acordo com a época, mas chega bem perto. E mesmo que os primeiros dois capítulos não sejam tão bons como os restantes – o que indica que Stevens não deixou de aprender com o trabalho – a história nos lança no lado certo da nostalgia. É a aventura e a emoção, combinadas da maneira correta para evitar o doentio desejo do passado. As histórias trazem de volta, para os anos 80, os tempos incríveis quando acreditávamos que para o homem voar era só ter um foguete nas costas.” – Harlan Ellison
Essa é uma parte do delicioso texto de apresentação desta já clássica Graphic Novel desenhada, escrita e roteirizada por Dave Stevens.
A história trata da ‘origem’ do herói Rocketeer, vivido pelo piloto Cliff Secord, que aprendeu a voar com um foguete nas costas sem queimar a própria bunda (rsrsrs); nada mais gostoso do que a falta de compromisso com a física e o total comprometimento com a diversão. Não vou contar a história, claro, muitos já a conhecem, e os que não conhecem não sabem o que estão perdendo; mas vale ressaltar o excelente trabalho de reconstituição da época, o grande carisma das personagens e a genial idéia de Stevens de fazer da mocinha Betty Blake uma verdadeira ‘pin-up’, totalmente inspirada naquela que se transformou no ícone-mor das ‘pin-ups’, Bettie Page (ou Betty, Bette, tanto faz). Diversão mais do que garantida.

Alguns anos após o lançamento da revista, a Disney comprou os direitos para transformá-la em filme e conseguiu, em parte, um grande sucesso – digo em parte por que a adaptação, como sempre, ficou a desejar ao original, ainda mais sendo claramente dirigida ao público infantil, perdendo assim muito do seu ‘charme’ original. Algumas curiosidades do filme: Terry O’Quinn, o enigmático John Locke, de Lost, faz o papel de Howard Hughes; a deliciosa, linda e maravilhosa Jennifer Connelly faz o papel da Betty, porém no filme ela se chama Jenny; Timothy Dalton, sem contar Geroge Lazenby, o pior James Bond de todos os tempos, faz o papel de Neville Sinclair.
Quem quiser saber mais informações sobre Dave Stevens, clique aqui, sobre o filme, aqui, e sobre Bettie Page, acesse o site oficial aqui.
Para finalizar: coloquei como ‘bônus’ algumas fotos clássicas de Bettie Page.
Divirtam-se!

Link (92,46) – Sharebee

6 comentários:

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Atenção, galera:
eu estava tendo algumas dificuldades para upar no Sharebee e acabei upando em outros hosts, também.
Quem quiser outras opções é só utilizar qualquer um desses links abaixo:
http://www.zshare.net/download/1320909399f751d2/
http://rapidshare.de/files/39636876/R-OPE.rar.html
http://www.megaupload.com/?d=0TFMSXTY

Grande abraço.
ML

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Diiiiiga, Monstro do Pântano!
Cara, se amarrei-me no filme e agora vou ler a HQ. E Jennifer Connely é uma de minhas taras também, além de já ter demonstrado ser uma excelente atriz.
[]ões

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Faaaala, hombre!
Impossível não gostar da Jennifer Connelly; desde Labirinto que curto uma paixão pela gata, assisti até o Água Negra por causa dela... rsrs
Boa viagem, meu irmãoSinho!
Valeu!
ML

Big clash disse...

Eu tenho um link de uma HQ japonesa, a história tá no idioma original.

MC5-BabesInArms
http://sharebee.com/6571a865
O título em inglês é atraente, espero que goste.
Abraços.

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Grande Clash!
Valeu a dica! Vou conferir já.
Abração.
ML

Big clash disse...

Aí Marcelo, a HQ tá é neste link que enviei memso, assusta não...rsrsrsr...
Baixa o bagulho lá pra conferir, tá em P&B.
Abraços.